- 0 Com

Concurso Público em Radiologia: saiba como se preparar!

Planeje sua Carreira!

concurso público em radiologia

Uma vez formado, o profissional em Radiologia está apto a trabalhar em laboratórios, clínicas, hospitais e demais entidades de saúde, do setor privado e público. Mas, há uma particularidade deste último: para se tornar um funcionário em instituições públicas, quer sejam municipais, estaduais ou federais, é obrigatório ser aprovado em concurso público.

Uma vez aprovado, e após um período de experiência, o funcionário é efetivado e adquire estabilidade no emprego. Esse é um dos detalhes que motivam muitos a prestar concurso para ingressar na carreira pública. A exigência desse procedimento na administração pública visa manter a continuidade dos serviços, independente do governante que esteja em exercício no momento. Isso vale para todos os cargos públicos, em todos os níveis de escolaridade.

Portanto, não é diferente para o tecnólogo em Radiologia. Embora a demanda seja alta, não depende do hospital ou posto de saúde a contratação do profissional. Tudo passa por uma solicitação do setor de saúde ao governo, que aprova ou não a realização do concurso. Uma vez aprovada a realização da prova, é elaborado um edital. Vamos entender melhor abaixo:

Índice

  1. O que é um edital de concurso?
  2. O que geralmente cai na prova de radiologia?
  3. Como se preparar para o concurso público?
  4. A atuação do profissional na área pública
  5. Salário de um tecnólogo no setor público
  6. Quais são os principais concursos de radiologia?

1. O que é um edital de concurso?

Um edital de concurso é um documento que funciona como uma lista de instruções ao candidato. O seu objetivo é preencher cargos públicos, portanto, o pedido precisa ser aprovado em lei para que o edital comece a ser elaborado. O documento deve conter as vagas a serem preenchidas, a carga horária e o local de trabalho, bem como os rendimentos, que é  como se chamam os salários na administração pública. Há também:

  • As instruções sobre as datas de começo e fim das inscrições;
  • Os dias de realização das provas;
  • A data de divulgação dos resultados;
  • A quantidade de vagas disponíveis;
  • Os documentos necessários para a realização da prova;
  • As matérias que o candidato deve estudar.

 

É fundamental que o candidato leia todo o edital para não perder esses e outros detalhes importantes.

Em relação às matérias que caem na prova, vale destacar que alguns desses temas podem variar de acordo com a instituição que aplica a prova e com o local para o qual o candidato será destinado.

2. O que geralmente cai na prova de radiologia?

Há disciplinas comuns que costumam aparecer em todos os concursos, independentemente da área escolhida. Português e Matemática (ou Raciocínio Lógico) são algumas delas. É importante, para o serviço público, saber que seus profissionais saibam se expressar e realizar cálculos simples. Mas, essa parte da prova não costuma ser extensa.

Os conhecimentos específicos tratam do dia a dia do profissional. Há tópicos que abordam a legislação que rege o Sistema Único de Saúde (SUS), para quem o especialista irá trabalhar, bem como as normas de segurança do trabalho. Vamos listar aqui quais costumam ser os assuntos abordados em um concurso de Radiologia:

  • Normas de Radioproteção;
  • Dosimetria e Radiologia;
  • Equipamentos Radiológicos;
  • Técnicas em Tomografia Computadorizada;
  • Medicina Nuclear;
  • Processamento de Imagens;
  • Anatomia em Radiologia;
  • Patologia e Diagnóstico;
  • Contaminação Radioativa.

3. Como se preparar para o concurso público?

Já sabendo quais são as disciplinas que costumam cair nas provas, o ideal é criar um plano de estudo contínuo. Assim, você já fica afiado com os conhecimentos que serão exigidos no certame. Isso evita, também, que você seja pego de surpresa: uma vez anunciados os conteúdos, geralmente o candidato tem entre 1 a 2 meses para se preparar antes da data da prova.

Assim, fazer um plano de estudo o ajuda a distribuir as matérias de forma mais tranquila, com tempo de ler, tirar dúvidas e praticar simulados. Estabeleça um horário para estudar no seu dia. Não importa se são 15 minutos ou quatro horas. Mantendo a frequência, você se programa para estudar naquele período e o torna somente seu. Insira nesse planejamento dias para praticar simulados. Uma, duas, três vezes ao mês. Os simulados vão mostrar o quanto você sabe e o quanto precisa melhorar.

4. A atuação do profissional na área pública

O tecnólogo em Radiologia poderá trabalhar em postos de saúde (conhecidos como Unidades Básicas de Saúde), hospitais, laboratórios e centros especializados de diagnóstico de imagem. Esses são os locais onde, na maior parte das vezes, o aprovado em concurso público trabalha.

Vale ressaltar que há concursos para nível médio e nível superior, sendo os concursos de nível superior aqueles que oferecem os maiores salários. Entenda aqui a diferença entre o técnico e tecnólogo em radiologia.

Mas, diferentemente da área privada, no setor público não existe ‘promoção’ entre cargos. Por exemplo, um tecnólogo no setor privado pode começar dentro da sala de exames e em seguida trocar de cargo para gerente de uma equipe. 

Veja também: Mercado de trabalho em Radiologia.

Contudo, dentro da esfera pública, o funcionário é aprovado para aquele cargo em específico. Não existe mudança de técnico de exames para gerente de exames. É necessário realizar um novo concurso para a troca de cargo. O que existe, na verdade, são promoções de níveis internos. 

5. Salário de um tecnólogo no setor público

Os valores variam muito. Há editais que contam somente o valor por hora trabalhada; outros, que mostram os rendimentos por quantidade de horas semanais, e outros, por plantão. Esse valor depende muito da instituição que promove o concurso (órgãos municipais, estaduais ou federais) ou da instituição que fará a contratação. 

Veja também: Áreas da Radiologia: descubra aquela com o maior salário!

De acordo com a pesquisa do salario.com.br, a média salarial de profissionais de radiologia concursados é de R$ 1.952,86 para uma jornada semanal de 23 horas de trabalho.

6. Quais são os principais concursos de radiologia?

Geralmente, as prefeituras são as que mais contratam profissionais de saúde, tecnólogos em Radiologia inclusos. Como a rede de atendimento público é majoritariamente municipal (UBS e hospitais), os concursos são feitos pelas secretarias municipais. Mas, há concursos em nível estadual e federal. 

O que vale é ficar de olho, uma vez por semana, na abertura de inscrições. Mesmo que o concurso não seja em sua cidade veja o edital e as matérias que são exigidas. Assim, essas já servem como referência de estudo. Há sites especializados em concursos que trazem as últimas notícias de provas, como o Concursos no Brasil. É hora de se preparar e fazer a prova!

Dicas e informações sobre educação e mercado de trabalho. Planeje seus estudos e sua carreira com a Ampli.

COMENTÁRIOS