- 0 Com

Contabilista ou Contador: qual a diferença?

Guia de Profissões, Quizzes e Testes Vocacionais

Diferenças entre Contabilista e Contador

Se você chegou nesse post, talvez você esteja se perguntando se contabilista ou contador significam a mesma coisa.

Estamos falando de profissionais que trabalham com Contabilidade, mas existe uma diferença entre os dois termos. Contabilista é o termo genérico para descrever alguém que trabalha com Contabilidade. Já Contador é uma nomenclatura utilizada para se referir à profissão de quem se formou em Ciências Contábeis.

Fique conosco e entenda:

Índice

  1. O que é Contabilidade?
  2. O que faz um contabilista?
  3. As diferenças entre o técnico e o graduado em ciências contábeis
  4. O que é preciso para ser contabilista?
  5. Onde trabalham os técnicos e os contadores?

1. O que é Contabilidade?

Contabilidade é uma ciência que estuda, basicamente, o patrimônio de uma empresa. É chamada de ciência aplicada porque usa conhecimentos em cálculos e matemática para a resolução de problemas práticos. Assim, um contabilista ou contador está apto a registrar e organizar as informações financeiras de uma instituição, bem como seus resultados.

Aqui, estamos falando do controle e análise do dinheiro dessa instituição. É esse trabalho metódico e detalhado que permite saber se as finanças estão em dia.

O contabilista se preocupa com duas coisas, logo de saída: o ativo e o passivo de uma empresa. O ativo são os bens e direitos. É tudo o que possui valor econômico e pode ser convertido em dinheiro. Assim, são os prédios, equipamentos, materiais, contas a receber, por exemplo. O passivo é o que se chama de obrigações devidas. Assim, contas a pagar, impostos, empréstimos a saldar, são considerados passivos.

2. O que faz um contabilista?

Em uma empresa, o contabilista cuida de toda a movimentação financeira. Assim, ele deve fazer registros do dinheiro que entra e do que sai, além do pagamento de tributos (e multas, se for o caso), isso em linhas gerais.

A isso se chama escrituração contábil, que é esse registro formal. Esse registro é feito nos chamados livros contábeis, e deve ser realizado por um profissional habilitado (tanto o técnico em Contabilidade quanto o bacharel em Ciências Contábeis).

O termo ‘livros contábeis’ é utilizado porque, antigamente, eles existiam mesmo. Eram livros de capa preta, grandes, com todos os registros dos ativos, passivos, receitas, despesas e todas as demais anotações contábeis. Hoje, isso já é feito em softwares, mas os livros ainda existem.

3. As diferenças entre o técnico e o graduado em ciências contábeis

A descrição do trabalho de cada um desses profissionais está na Resolução nº 560/83 do Conselho Federal de Contabilidade (CFC). Basicamente, há atribuições que são exclusivas do contador. Mas, há outras atividades que podem ser exercidas por ambos os profissionais.

Assim, o técnico em Contabilidade pode fazer a apuração dos ativos e passivos de uma empresa, dos direitos e obrigações, quando houver uma fusão ou separação de empresas. Ele também verifica as taxas de depreciação dos bens (que calcula o desgaste natural de um bem ao longo do tempo), cálculo do lucro e análise de balanços, que é estudar a situação financeira da entidade.

Já o contador, que é o bacharel em Ciências Contábeis, tem atribuições específicas. Por ter tido uma formação mais aprofundada, ele tem habilitação para atividades que são elaboradas. Algumas delas são a análise dos custos e despesas da empresa, a concepção dos planos de taxas de depreciação, a avaliação de acervos patrimoniais, controle da gestão econômica, regulação de balanços, entre outras várias atividades.

4. O que é preciso para ser contabilista?

Há cursos técnicos de Contabilidade e os cursos superiores de Ciências Contábeis. Os cursos técnicos são de nível médio, ou seja, o aluno pode conciliar ambas as formações ao mesmo tempo. Funcionam da mesma forma que os cursos técnicos em Eletrônica ou Mecânica, por exemplo. Esses cursos podem levar até dois anos para serem concluídos.

Já o de Ciências Contábeis é um curso de nível superior, que forma bacharéis e que concede o título de contador ao profissional. Possui de três a quatro anos de duração e traz uma formação mais abrangente da área, com disciplinas que falam de Economia, Administração, Legislação, além da Contabilidade em si.

CTA Curso de Ciências Contábeis da Ampli

Uma resolução do CFC estabelece que somente os bacharéis em Ciências Contábeis podem requerer o registro da profissão no Conselho Regional de Contabilidade do seu estado. Com ele, o profissional, ao trabalhar em uma empresa, se torna responsável pela Contabilidade e assina os documentos da área.

5. Onde trabalham os técnicos e os contadores?

Tudo o que diz respeito à parte financeira da empresa, diz respeito aos contabilistas. Assim, a gestão, auditoria, perícia e serviço público entram nessa lista. Outra área que vem se destacando é a Controladoria. O nome é diferente, e diz exatamente o que entrega: o controle orçamentário e administrativo de uma empresa. Há formações específicas para esse campo, inclusive.

Conheça a Especialização em Contabilidade, Auditoria e Controladoria da Ampli.

Técnicos e contadores podem também exercer a sua função em escritórios de Contabilidade. Lá, eles fazem a assessoria e consultoria para abrir ou fechar empresas, bem como o controle da parte financeira e aconselhamento tributário. Assim, como a parte contábil precisa existir no meio empresarial, há a opção de um departamento específico dentro da empresa ou a contratação de um escritório especializado.

Além disso, o contador também pode trabalhar por conta própria como freelancer ou consultor de pessoas físicas e jurídicas.

Se você chegou até aqui, que tal fazer o nosso quiz? Descubra qual área de atuação em Contabilidade mais combina com você!

Gerador de Testes de Personalidade – de Riddle

Dicas e informações sobre educação e mercado de trabalho. Planeje seus estudos e sua carreira com a Ampli!

COMENTÁRIOS